Novidade!!! Lançamento!!!

Novidade!!! Lançamento!!!
Livro em formato E-Book

Translate

Seguidores

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs

Páginas

9 de maio de 2010

STEPHEN HAWKING "Quebra a casca de nós"

Stephen Hawking “quebra a casca de nós”

“Eu poderia viver recluso numa casca de noz e me considerar rei do espaço infinito” disse Shakespeare, em Hamlet, ato dois, cena dois e interpretado pelo físico: Hamlet talvez quisesse dizer que, embora nós, seres humanos, sejamos muito limitados fisicamente, nossas mentes estão livres para explorar todo o universo e para avançar audaciosamente para onde até mesmo a “Jornada nas Estrelas” teme seguir – se os maus sonhos permitirem.

O físico Stephen Hawking, nascido em Oxford, Inglaterra, o genial físico teórico vivo, é considerado o mais brilhante desde Albert Einstein. É conhecido por ocupar a cátedra que pertenceu a Newton, em Cambridge. Suas teorias já exploradas em seu primeiro livro “Uma Breve História do Tempo”, que virou filme, são redimensionadas em um livro “O Universo numa Casca de Noz”, ricamente ilustrado. Esse ícone intelectual desvenda e tenta explicar para um público leigo, incluindo o autor, os avanços, de um universo indecifrável até mesmo pela física que, através de suas teorias incompreensíveis, parece estar convencido de que ainda não temos uma compreensão completa sobre a imensidão e a origem do universo.
O tema do livro fascina. Nos dois primeiros capítulos, Hawking tenta dar uma base sobre os fundamentos da física clássica, ou seja Newton mais a teoria da relatividade restrita e geral de Einstein, mais alguns postulados sobre o espaço-tempo. Parece “papo de maluco”, mas o texto flui bem, e os conceitos não são absurdos.
A única coisa, que não entra direito na ‘minha’ cabeça, é como a luz pode ter sempre a mesma velocidade, independentemente da velocidade do observador. Seria pelo fato da luz ter sempre a mesma velocidade, pois ela não é uma partícula material, é energética, assim não sofre influência do meio que a emite. Além disso, a velocidade da luz só é constante no vácuo e no ar, na água ela é menor, e também é menor quando passa através um meio fosco como um vidro por exemplo. Na minha modesta opinião, Hawking, um físico moderno famoso conhecedor da área, necessita sofrer proposições contrárias de pessoas que também tenham algum conhecimento sobre física moderna. ( veja o capítulo, as descobertas da Nasa através do satélite Cobe e a opinião de astrofísico Smoot sobre ele)

Hawking considera que o universo possui várias histórias, cada uma determinada por uma minúscula noz. Explica em seu livro, que a Teoria da Relatividade de Einstein falhou ao tentar descrever os momentos iniciais do universo porque não incorporava o principio da incerteza, o elemento aleatório da teoria quântica a que ele tinha se oposto, com o pretexto de que Deus não joga dados. Entretanto tudo indica que Deus é um grande jogador. O Universo poder ser imaginado como um gigantesco cassino, com dados sendo lançados ou roletas sendo giradas a todo momento. Talvez o universo não tenha limite no espaço e no tempo. Cientistas divergem sobre o princípio da incerteza.

Ele sustenta a existência do tempo imaginário, que forma ângulos retos com o tempo real comum, cuja passagem é sentida pelo ser humano. A história do universo no tempo real determina a sua história no tempo imaginário e vice-versa, mas os dois tipos de história podem ser bem diferentes. O Universo não precisa ter início e nem fim no tempo imaginário, que se comporta apenas como outra direção no espaço.
O físico chama a atenção para a superabundância de possibilidades para o Universo. Devido ao princípio da incerteza, sustenta Hawking, que “não haverá apenas uma história do universo contendo vida inteligente. Ao contrário, as histórias do tempo imaginário serão toda uma família de esferas ligeiramente deformadas, cada uma correspondendo a uma história no tempo real na qual o universo infla por um longo tempo, mas não indefinidamente”. Hawking acredita que ficaríamos mais satisfeitos com o princípio antrópico (o universo tem que ser mais ou menos como o vemos porque, se fosse diferente, não haveria ninguém para observá-lo) se fosse possível mostrar que diferentes configurações para o Universo devem ter evoluído a fim de produzir um Universo como o que observamos. Isso implicaria que o estado inicial da parte do Universo que habitamos, não deve ter sido escolhido com grande cuidado.

Poderá o homem voltar no tempo?
Einstein em sua teoria da relatividade foi o precursor das discussões modernas sobre viajar no tempo. Haveria a possibilidade de que o espaço-tempo pudesse ser tão deformado a ponto de permitir um pulo no tempo? “Isso poderia acontecer se existissem buracos de minhoca, tubos de espaço-tempo, que interligam diferentes regiões do espaço e do tempo”.
A idéia é que você pilote sua espaçonave para dentro de uma “boca de buraco de minhoca” e saia na outra boca, em lugar e tempo diferentes”, explica Stephen Hawking em seu livro “ O Universo numa Casca de Noz”. Ele argumenta que os buracos de minhoca, caso existam, seriam a solução para o problema do limite de velocidade no espaço. “Seria preciso dezenas de milhares de anos para atravessar a galáxia em uma espaçonave que viajasse abaixo da velocidade da luz, como exige a relatividade. Mas você poderia viajar por um buraco de minhoca até o outro lado da galáxia e voltar a tempo para o jantar.
É possível mostrar que, se os buracos de minhoca existem, você também pode usá-los para retornar antes de iniciar a viagem. Então você pode pensar na possibilidade de explodir o foguete na plataforma de lançamento para impedir sua partida antes de qualquer coisa.
O físico brinca com a possibilidade de alguém voltar no tempo e matar seu avô antes que seu pai tenha sido concebido e, ao mesmo tempo detona com essa alternativa.
“Os universos não estão se expandindo na terceira dimensão espacial, que é periódica. Se você avançar certa distância nessa direção, voltará ao ponto de partida”. Segundo o cientista, ‘as leis da física conspiram para impedir as viagens de objetos macroscópicos no tempo. Uma pessoa poderia ser aniquilada por uma descarga de radiação ao cruzar o horizonte de viagem no tempo. Mesmo a mais avançada civilização só conseguiria deformar o espaço-tempo em uma região finita”.

Mas depois de Eistein, o espaço-tempo pode ser curvo, curvado ? Como assim, o tempo não é infinito no passado e nem infinito no futuro?... No livro a sensação final é boa, por causa das discussões sobre viagens no tempo, formação do Universo e buracos-negros. Mas traz muitos pontos de interrogação na cabeça. As coisas vão complicando, e os conceitos idem. Certas assertivas do autor acabam sendo mais do que dogmas, para leigos. Afinal, é meio complicado entender que o universo tem umas 10 ou 11 dimensões, e não só 4, e que essas “dimensões extras” seriam “enroladas bem pequenas” Cordas Cósmicas, como já havia abordado no Big Bang.

A noz foi a simbologia usada por Hawking para demonstrar o universo e suas várias dimensões. As teorias do físico convidam a uma overdose pelo mundo da percepção. Ele explora o abstrato com uma segurança desconcertante. “O Universo numa Casca de Noz” é um livro denso, como a própria física e suas teorias enfadonhas, mas, por outro lado, desvela um universo mágico.
O físico procurou o graal da ciência: a intrigante “Teoria de Tudo”, que explicaria o próprio cosmo como uma casca multidimensional e interdependente de outras cascas ou realidades paralelas. Um homem brilhante desvenda o abstrato.

Nos últimos anos, o crescimento populacional tornou-se exponencial. A população cresceu numa mesma percentagem a cada ano. Atualmente, a taxa é de cerca de 1,9 por cento ao ano. A população mundial dobra a cada 40 anos. Segundo cálculos do físico Hawking, em 2600, a população mundial ficará ombro a ombro e o consumo de eletricidade deixará a Terra incandescente. Essa situação não pode perdurar. Então o que acontecerá ? O físico acredita na possibilidade de “nos exterminarmos completamente por algum desastre, como uma guerra nuclear”.

É um livro que abre a perspectiva científica para sondar as dimensões ocultas do universo, na tentativa de explicar quem somos e para onde vamos, mas deixa alguns pontos de interrogação. Espero que todos tenham “tempo” para ler essa obra, e interesse pelo “tempo” de doze bilhões de anos. Já existe no mercado O Universo de Stephen Hawking em DVD`S (Editora Abril, Super - Interessante) sobre o Universo, de onde viemos? Como tudo começou?

Agora imaginem a seguinte situação: você está preso a uma cadeira de rodas e a única coisa que pode fazer para se comunicar com o mundo é mover a bochecha. É assim que vive o cientista mais famoso da atualidade. Apesar disso, o Físico inglês Stephen Hawking, 66, consegue dar aulas, escrever livros e calcular a densidade de buracos negros, tudo graças a um sintetizador de voz computadorizado, que ele usa até para falar.
Os extraterrestres podem existir, mas os homens deveriam evitar qualquer contato com eles porque as consequências poderiam ser devastadoras, advertiu o astrofísico britânico Stephen Hawking em um programa exibido pelo canal Discovery Channel.
"Se os extraterrestres nos visitassem, o resultado seria mais importante do que quando Cristóvão Colombo chegou à América, o que não foi positivo para os índios americanos", afirmou o cientista."Extraterrestres evoluídos poderiam talvez ser nômades e querer conquistar e colonizar os planetas que forem conhecendo", completou na nova série "No Universo com Stephen Hawking".Na hipótese da existência de vida extraterrestre, o astrofísico destacou que "o verdadeiro desafio consiste em saber com que se parecem atualmente os 'aliens'".
O homem já fez várias tentativas de contato com civilizações extraterrestres. Em 2008, a Nasa, a agência espacial americana, emitiu no espaço a canção dos Beatles "Across the Universe" para mandar uma mensagem de paz a eventuais extraterrestres. A mensagem deve chegar à região de Polaris em 2439.
Confiamos que os crentes no seu criador, que sempre sabem tudo do mundo, não leiam apenas lendas, mitos e “milagres”, mas leiam também assuntos que nos trazem provas do nascimento do Universo.


**********************



“Fé significa não quere saber o que é a verdade”


“ Homens convictos são prisioneiros”

Nietzsche

Um comentário:

Anônimo disse...

Vous avez de bons points il, c'est pourquoi j'aime toujours verifier votre blog, Il semble que vous etes un expert dans ce domaine. maintenir le bon travail, Mon ami recommander votre blog.

Mon francais n'est pas tres bon, je suis de l'Allemagne.

Mon blog:
Regroupement De Credit puis maison de Rachat De Credit