Novidade!!! Lançamento!!!

Novidade!!! Lançamento!!!
Livro em formato E-Book

Translate

Seguidores

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs

Páginas

16 de maio de 2010

Capítulo 28: CIENTOLOGIA - A doutrina e religião dos famosos de Holliwwod

Cientologia - A religião e doutrina
dos artistas e famosos de Hollywood

O que os artistas John Travolta, Tom Cruise, Michael Jackson, Nicole Kidman, Lisa Marie Presley, Will Smith têm em comum ? Além da fama e do dinheiro, são adeptos da mesma religião, a Cientologia, cada vez mais famosa entre os artistas de Hollywood, dispostos a gastar grandes somas em dinheiro para participar dos seus cursos.

Fundada em 1954 , no Estado da Califórnia, EUA, o idealizador dessa seita , ou religião sem oração ou ritual, é Lafayette Ron Hubbard (1911-1986). Ele formado em engenharia civil com especialização em física nuclear, pela Universidade George Washington. Era filho de um comandante da marinha norte-americana.
Viajou com seu pai aos países do Oriente, o que despertou seu interesse por diversas culturas e crenças. Em 1959, ele publicou o livro de auto-ajuda “Dianética: a Ciência Moderna da Saúde Mental”, e a “Cientologia e a Bíblia.” Tornou-se autoridade em Cientologia.
Em 1959, mudou-se para a Inglaterra e, devido à forte oposição às suas idéias, deixou-a em 1966, passando a viver a bordo de um navio de 300 pés chamado Apolo, cercado de discípulos. Em 1967, começou a dirigir a Sea Organization (“Organização do mar”), sua congregação religiosa dentro da “Igreja da Cientologia”

Cientologia significa conhecer, e logos, razão. Para os cientólogos, é uma religião cujo objetivo é “estudar o espírito, entender a relação de cada um consigo mesmo, com o universo e com outras formas de vida. É uma religião, uma sabedoria e uma ciência”. Na verdade, trata-se de uma corrente de pensamento filosófico-religioso mesclada a técnicas psicoterápicas e doutrina budista. Segundo o próprio Hubbard, a religião criada por ele deve despertar no discípulo a consciência de que ele é imortal. É uma mistura de conceitos tirados do hinduísmo e das tradições cabalísticas. Desprezam outras religiões e acreditam que Deus, Jesus, Maomé entre outros , são fraudes. São contra remédios, antidepressivos e calmantes.
A Cientologia serve de base para uma série de técnicas como a psicanalítica (Dianética), e promete a seus adeptos melhorar sua capacidade de comunicação e diminuir seus sofrimentos, ensinando-o a “lidar com as pessoas e seu meio”.
Os fundamentos básicos são de que o homem é composto de três partes: corpo, mente e espírito. É um ser imortal. Sua experiência vai muito além de uma só vida. Sua salvação depende de si mesmo, de seus semelhantes e de sua relação com o universo. O corpo é um componente indesejado do ser humano. A mente humana é limitada e não permite ao indivíduo tomar consciência de que ele é destinado a sobreviver. A mente é o sistema de comunicação entre o Thetan e o mundo ambiente. O espírito (Thetan), é onisciente e imortal e, através da pista do tempo percorre várias vidas. O espírito é tudo aquilo que você traz de bom e de ruim desta e de outras vidas
O que a Cientologia propõe, através da terapia, é levar o indivíduo a um estado de consciência chamado “clear” (limpo). Essa limpeza corresponde a um lugar que todos temos no cérebro, onde estão registrados os traumas e as fobias, todas as “tristezas”, todas as imagens e sensações de dor e sofrimento.

A teoria na prática, é realizada através de sessões da Cientologia (auditing-audição), através de um conselheiro chamado “ouvidor.” A pessoa passa por fases e degraus de purificação para libertar-se dos engramas (cicatrizes). Procura levar o adepto a um estado de clareza. No final desse processo, o adepto sai do estágio pré-claro para o claro. Isso, é apenas a primeira etapa da purificação e depois vem outras e os degraus finais, mantidos em segredo. Os claros que chegam a esse estágio não podem levar os textos para fora das instalações da igreja e muito menos têm o direito a cópias. Segundo uma reportagem do Washington Post, de 19/08/95, dados recolhidos de um tribunal de Los Angeles mostram que os membros que participam dos cursos nas instalações especiais da Igreja, uma zona de acesso restrito, são escoltados por segurança até uma sala fechada, onde podem consultar os textos, mas tudo isso vigiados por câmaras de vídeo.

Para eliminar a mente reativa de forma rápida, é indispensável:

1) fazer leituras e estudos profundos das obras, mais de 300 livros diferentes ficam disponiveis , sobre a Dianética;
2) participar de palestras e cultos aos domingos, batismos, casamentos;
3) práticas diárias de técnicas e exercícios descritos nos livros;
4) também há cursos dedicados ao tratamento de dependentes químicos, que também pode incluir reclusão, e o programa alega ter 70% de não-reincidência dos dependentes;
4) participar de “misteriosas” sessões (pagas) onde um aparelho criado por Hubbard, chamado E-meter, é segurado com as duas mãos pelo praticante. O fiel responde a um questionário em uma sessão de perguntas sobre a sua vida realizadas por um auditor.
É como se o questionário do mestre mexesse exatamente nas “feridas psíquicas” de alguém que se submete a isso voluntariamente. Lembranças, sensações, imagens ruins e traumáticas estariam armazenadas em algum lugar da mente. O aparelho abriria uma porta e começaria a “faxina mental”. A provável dor de mexer nestes pontos da vida poderia ter a força de limpar a mente, segundo a Cientologia. Com o tempo, deixariam de existir e o cientólogo, passa a ter principalmente, mais energia e espaço mental para usar, ou seja, mais poder. A doutrina e religião não tem uma divindade superior e acredita que cada indivíduo pode se tornar seu próprio Deus. Jesus, é apenas um exemplo de fé, de moral e de conduta

Um dos cursos secretos demonstram ensinamentos da Cientologia (o que cobre supostos acontecimentos de 75 milhões de anos atrás). Nesse período teria ocorrido um problema de superpopulação na “Federação Galáctica”, composta por 76 planetas e o seu oficial Xenu teria sido escolhido para resolver o problema. Aparentemente, Xenu decidiu “congelar” milhões de seres e trazê-los a terra, mais precisamente no Havei e Lãs Palmas, onde as explosões nucleares provocadas por vulcões restauraram somente os espíritos dos exterminados. Os seres humanos os primeiros Homo sapiens seriam compostos por esses espíritos e almas (e por alguns maus espíritos, os Body Thetans) e, Xenu, capturado e aprisionado pelo seu crime. Quem sabe seja por isso que a capa do livro “Dianética” tem a imagem de um vulcão.
Ao que tudo indica, todas essas coisas não passam de simples conceitos e mais uma questão pessoal de crença. Seus adeptos contam com grandes e numerosos volumes de literatura para que possam expandir os ensinamentos, resolver problemas rotineiros , que no sufoco podem proporcionar conforto instantâneo e limpar os traumas acumulados.

Um dos aspectos curiosos da Igreja da Cientologia é o fato de que seus membros podem pertencer a outras religiões ao mesmo tempo em que proclamam a reencarnação do espírito, doutrina que se choca com a de outras crenças. Devido ao caráter eclético, a Cientologia tem procurado, nos últimos anos, assim como a Maçonaria, designar Deus simplesmente como “Ser supremo”, “Força da vida”, a fim de facilitar a entrada de pessoas de qualquer segmento religioso.

Para ingressar na doutrina das celebridades, o candidato deve preencher um questionário de duzentas perguntas, para estar apto a ampliar o seu conhecimento e se tornar também estrela e “irmão” de famosos.


***********************

“As pessoas dirão que, sem os consolos da religião, elas seriam intoleravelmente infelizes. Tanto quanto este argumento é verdadeiro, também é covarde. Ninguém senão um covarde escolheria conscientemente viver no paraíso dos tolos. Quando um homem suspeita da infidelidade de sua esposa, não lhe dizem que é melhor fechar os olhos à evidência. Não consigo ver a razão pela qual ignorarás evidências deveria ser desprezível em um caso e admirável no outro.”

Bertrand Russell

Nenhum comentário: